quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Carta ao leitor

Ontem recebi um singelo elogio pela postagem anterior O diário. Na mensagem o leitor dizia: "o texto me fez ver que o amor tem que governar", e dizia ter gostado muito e sugeriu-me que escrevesse sobre honra. Ham? Sobre honra. Desafio, ou não? Bom, o fato é que amanheci pensando nisso. Revirei meus arquivos sobre honra e nada, nem um pensamento perdido. Mas afinal, o que era  honra para mim? O primeiro pensamento que me ocorreu foi uma frase bastante falada por muitos que não levam ao pé da letra: Honrar a pátria… E me pergunto novamente: Onde começa a honra? Penso que a honra começa como o amor e o respeito, dentro de casa. Isso me faz viajar em meus poucos arquivos memoriais e chegar ao quarto mandamento bíblico: " Honra teu pai e tua mãe, para que prolonguem os seus dias na terra…" versículo algum, o qual minha memória não me permite lembrar. Nossa que peso tem a honra. Que intensidade. Quanta verdade. Então assim, agradeço o leitor e começo o desafio, rs.

Honra, tarefa para casa


Dos mandamentos aos ensinamentos, da virtude à regra de conduta.
Eu que não sou digna dos dias que Deus me dá, me debruço nesta palavra literalmente digna de honra, como um filho adormecido nos braços do pai. Por quantas vezes desonrei, por quantas vezes desrespeitei…

Me faltaram os ensinamentos desde o berço.
Me faltaram os mandamentos sem um preço.
Mas, hoje me sobra a vontade de aprender.

Honra é virtude dos íntegros; inteiros, completos, segundo o dicionário: honrado.
Mas será que realmente todos são íntegros? Todos tem um comportamento exemplar?
Radicalizar não convém, pois tudo nasce junto assim como o trigo e o joio, cabe somente a nós esperar tudo crescer para então separar a coisa má da parte boa. Nós somos assim como o trigo e joio. A nossa virtude está em saber ser companheiro da verdade, sempre. Ser fiel; ser honesto. Assim quem sabe podemos atingir a meta: honra. E ganhar o grande prêmio da vida: mais dias prolongados na terra, segundo Jesus. (abordar o lado religioso é complexo demais e não cabe a mim tanto entendimento)

- Eu tenho a honra…

Honrar é demonstrar profundo respeito pelo outro. É isso! E respeito é bonito de fazer, de ver, e  sentir-se respeitado é melhor ainda. Como diria, honra é só um bom resultado ao longo de suas ações nobres, é como conseguir com muito esforço um dez com dedicatória no caderninho da escola, cheio de adjetivos que exalam qualidades. 

Honra é um belo substantivo, tem força, tem expressão…

Como saber que o usamos freqüentemente no texto do nosso cotidiano?
Não se sabe, mas ainda restam frações de tempo. Tempo para plantar, tempo para colher, tempo para fazer, tempo para esperar e só depois usufruir… Paciência e sabedoria é fundamental. A mesma filosofia é utilizada e ouvida. Infelizmente a honra de hoje em dia vem acompanhada de três palavrinhas: d-e-s. Diferentes ou não, mediante a tantas máculas, o que importa é ser aliado da verdade, só assim podemos ser mais dignos para então gozar dos privilégios, dentro dos  nossos limites.
Honrar é uma tarefa que a gente leva todos os dias para casa, e deixá-la de fazer é regredir, é tirar zero. O importante é manter-se fiel aquilo que acreditas (você), e não fique esperando o mesmo dos outros, faça a sua parte ser seu bem maior e precioso.

Honra é virtude dos íntegros, e ser íntegro é ser trigo!

Nunca é tarde para quem tem vigor,  perseverança e amor. Mas, lembre-se: não se vence uma batalha no braço é preciso ter coragem, confiança, e mais que isso, é preciso saber conquistar a mente e o coração de quem ao teu lado está, assim terás respeito e dignidade para honrar, e uma tarefa resolvida para mostrar.
Minha tarefa não está pronta, mas a caminho, pois digna de toda honra eu quero ser e me orgulhar.

2 comentários:

Bruna Guedes disse...

Tá escreveno comprindo eim filhota? Ta ficando boa, gostei :)

Marisa Matos disse...

E num é maninha, rs. Obgda =D

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...